Após aprovação de aumento de R$ 10 mil, Bruno Covas justifica: “Hoje o teto está defasado”

·2 minuto de leitura
Bruno Covas, (PSDB) Mayor of São Paulo, during a press conference on measures to combat the Coronavirus, (COVID-19) on Thursday, November 12, 2020 at the Palácio dos Bandeirantes in Sao Paulo, Brazil. During the press conference João Doria spoke about the São Paulo F1 GP and the Usina São Paulo concession contract, in Rio Pinheiros. (Photo: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)
Prefeito de São Paulo, Bruno Covas (Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) terá um aumento de mais de R$ 10 mil a partir de 2022. O acréscimo salarial vale ainda para os postos de vice e secretários. Questionado sobre a sanção ao aumento, Covas afirmou que o teto salaria está defasado atualmente.

“Hoje o teto está defasado, é um teto de R$ 24 mil”, disse Covas em entrevista à GloboNews na última segunda-feira, 28. O valor, explicou o prefeito, não acompanhou a inflação, o que ele avalia como nocivo para o funcionalismo público.

“Por que é importante fazer isso? Porque o salário do prefeito é o teto do funcionalismo. O teto está congelado desde 2013, quanto tivemos o último reajuste, tudo este período de oito anos, a inflação foi de 60% a 100%, dependendo do valor que é considerado”, justificou.

Leia também

“Por que é ruim para a cidade de São Paulo ficar com o teto defasado? Porque algumas carreiras que recebem pelo teto, como é o caso dos auditores fiscais, começam, os funcionários, a se preparar para concursos para trabalharem no governo federal ou em outros governos municipais ou estaduais e nós vamos perdendo esses servidores”, disse Covas.

O prefeito negou que a correção do salário seja importante pelos vencimentos dele e afirmou que, caso não fosse aprovada, a medida só poderia ser votada novamente após o término do novo mandato. “Se a câmara não aprovasse isso agora, só poderia aprovar depois de mais quatro anos, porque ele é aprovado sempre para o exercício seguinte, e nós ficaríamos doze anos com este valor defasado.”

Atualmente, o salário do prefeito de São Paulo é de R$ 24.175,55. A partir de 2022 passará a ser de R$ 35.462.