Após ataque a tiros em escola, Biden se pronuncia: 'Por que temos que viver essa carnificina?'

Joe Biden (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)
Joe Biden (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez um discurso à nação na noite desta terça-feira (24) após um ataque a tiros em uma escola na cidade de Uvalde, no Texas. O atirador entrou na instituição e abriu fogo, matando ao menos 19 crianças e dois adultos.

Ele contou que soube do massacre no avião, enquanto voltava de uma viagem presidencial na Ásia. Segundo ele, logo pensou que esse tipo de tiroteio não acontece em outros países do mundo.

"Eles [outros lugares] têm problemas de saúde mental. Eles têm disputas domésticas em outros países. Eles têm pessoas perdidas. Mas esses tipos de tiroteios em massa não acontecem com a frequência que acontecem nos Estados Unidos", disse. “Por que temos que viver com essa carnificina? Por que permitimos que isso aconteça?”, questionou.

O presidente pediu para que a população enfrente o "lobby das armas". “Quem precisa de um rifle, de um fuzil? É doentio. Os fabricantes de arma trabalham para lucrar e vem sendo assim nos últimos 20 anos. Nós precisamos nos erguer contra esse setor. A maioria dos americanos apoiam as leis de senso comum de porte de arma.”

O democrata citou o que ocorreu em Buffalo na semana passada, onde houve um massacre em um supermercado com motivação racista, e afirmou estar “exausto”. “Nós precisamos agir”, reiterou ele.

Tiroteios em massa

De acordo com a CNN Internacional, levantamento da organização sem fins lucrativos Gun Violence Archive (GVA) revela que os Estados Unidos tiveram pelo menos 212 tiroteios em massa somente em 2022.

Isso significa que houve mais ataques em massa este ano do que dias.

Tanto a emissora norte-americana quanto a GVA consideram um tiroteio em massa quando quatro ou mais pessoas foram feridas, sem incluir o atirador.

Ataque na escola

O tiroteio aconteceu hoje na escola Robb Elementary School. De acordo com o governador Greg Abbott, o suspeito Salvador Ramos, de 18 anos, morador de Uvalde, foi morto pela polícia.

“Acredita-se que ele abandonou seu veículo e entrou na escola com um revólver, e também pode ter entrado com um rifle, mas isso ainda não está confirmado”, disse o governador.

Segundo Abbott e o canal norte-americano ABC News, o suspeito também teria atirado em sua avó antes de entrar na escola. Ainda não foi divulgado o estado de saúde dela.

Ainda não se sabe as possíveis motivações para o ataque.

Após o tiroteio, o distrito informou que todas as atividades escolares estão canceladas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos