'Cyborg' atropela Budd no quarto round e conquista o cinturão do Bellator

Uma das melhores lutadoras de MMA de todos os tempos, Cris ‘Cyborg’ fez história mais uma vez em sua carreira. Em sua estreia pelo Bellator, neste sábado (25), a brasileira derrotou a canadense Julia Budd e conquistou o cinturão peso-pena (66 kg) da organização, seu quarto título em quatro grandes entidades do esporte diferentes.

Com o triunfo na luta principal do Bellator 238, ‘Cyborg’ acrescenta o cinturão até 66 kg do Bellator aos títulos conquistados por ela no UFC, Strikeforce e Invicta FC, todos na mesma divisão de peso. A curitibana – que saiu do UFC após sua relação conturbada com Dana White, presidente da entidade, ficar insustentável – inicia sua trajetória na nova organização com o pé direito.

No MMA profissional desde 2005, Cris ‘Cyborg’ acumula agora 22 vitórias, duas derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado) em seu cartel. Já Julia Budd, que reinava soberana no peso-pena do Bellator desde março de 2017, amargou sua terceira derrota em 16 pelejas na carreira.

A luta:

Na primeira etapa, Cris pareceu sentir um pouco de dificuldade com a força física da canadense. Mais solta no segundo round, a brasileira levou clara vantagem na trocação e na luta agarrada na grade.

O panorama do terceiro assalto continuou o mesmo, com as lutadoras buscando a curta distância e a luta agarrada na grade. O intenso trabalho de isometria claramente desgastou ambas atletas. A ex-campeã do UFC teve um bom momento na luta em pé, que culminou com a queda da canadense. Com a rival no solo, Cris aproveitou para usar o ground and pound e quase decidir a luta a seu favor nos últimos segundos.

Aparentemente mais confiante com o decorrer da luta, ‘Cyborg’ começou o quarto assalto com tudo, e, ao seu estilo, partiu para o ataque contra a canadense. Após uma intensa sequência de socos, chutes e joelhadas, com a rival encurralada na grade, a curitibana garantiu o triunfo por nocaute técnico e a conquista do cinturão peso-pena do Bellator.

Caldwell avança no GP dos penas

Com uma vaga nas semifinais do Grand Prix peso-pena em disputa no co-main event, Darrion Caldwell finalizou Adam Borics com um mata-leão no primeiro assalto, e avançou no torneio. Na próxima fase o americano encara o compatriota AJ McKee.

Sergio Pettis dá show na estreia

Outro destaque da noite ficou por conta da estreia com vitória de Sergio Pettis – irmão mais novo de Anthony Pettis, ex-campeão peso-leve (70 kg) do UFC. Após levar Alfred Khashakyan à knockdown com um potente golpe de direita, o americano colocou o armênio para dormir com uma guilhotina bem encaixada aos três minutos do primeiro round.