Após depoimento na CPI, irmão de Miranda perde acesso à sistema do Ministério da Saúde

·1 minuto de leitura
Luis Ricardo Fernandes Miranda, head of Import of the Department of Logistics of the Ministry of Health, adjusts his face protective mask, during his testimony before the Senate for an investigation into the government's management of the COVID-19 pandemic, in Brasilia, Brazil, Friday, June 25, 2021. (AP Photo/Eraldo Peres)
Luis Ricardo Miranda durante sessão da CPI da Covid. Foto: AP Photo/Eraldo Peres
  • Deputado Luis Miranda e o irmão Luis Ricardo Miranda falaram à CPI na sexta (25)

  • Luis Ricardo é servidor na área de importações da pasta

  • Denúncia foi feita em rede social do deputado

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) disse que seu irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, foi bloqueado no sistema interno da pasta. Eles deram depoimentos na CPI da Covid na última sexta-feira (25) e revelaram que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) supostamente sabia das irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin.

Luis Ricardo trabalha na área de importações do ministério e era responsável pelo processo das vacinas contra a Covid-19. Ele denunciou as irregularidades que encontrou ao irmão e ambos falaram com o presidente, que apenas disse: “Isso e coisa do Ricardo Barros”. Barros (PP-PR) é líder do governo na Câmara.

O servidor disse também ter sido pressionado por superiores para liberar a Licença de Importação (LI) da Covaxin em março.

Leia também:

O deputado denunciou o bloqueio do irmão em sua conta do Twitter neste domingo (27). Na postagem, ele colocou um print de uma conversa com Luis Ricardo, em que ele alega ter perdido o acesso ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

"Isso é ilegal, perseguição e só comprova que eles tem muito para esconder", disse o deputado.

No SEI é feito a tramitação de processos administrativos do governo federal e onde estão documentos relacionados à elaboração e execução de contratos, normas e legislações, entre outros temas.

Na postagem, há um print feito por Luis Ricardo em que o SEI mostra uma mensagem: "Usuário não possui permissões nesse sistema".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos