Após derrota, Bolsonaro desaparece e publica 20 vezes menos nas redes sociais

No cenário pós-derrota na eleição, presidente Bolsonaro e equipe fizeram menos de um post por dia em suas redes sociais. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
No cenário pós-derrota na eleição, presidente Bolsonaro e equipe fizeram menos de um post por dia em suas redes sociais. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
  • Após derrota, Bolsonaro reduziu de 16 para menos de uma publicação por dia nas redes sociais

  • Também políticos, os filhos dele reduziram presença online

  • Compromissos presenciais do mandatário em exercício são bem menos frequentes

Desde a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no 2º turno das eleições, o presidente Jair Bolsonaro (PL) reduziu não só suas aparições presenciais, mas também a presença na internet.

Segundo levantamento feito a pedido do site Poder360, o chefe do Executivo fazia até 16 publicações diárias nas redes sociais. Contudo, desde o dia 30 de outubro até esta quinta-feira (9), ele só se manifestou em seus perfis oficiais oito vezes, menos de uma postagem por dia.

O sistema analítico Bites apontou que desde o dia 1º de janeiro deste ano o mandatário fez 5.083 publicações no Facebook, Instagram e Twitter.

As redes sociais sempre foram a principal forma de comunicação de Bolsonaro com seus apoiadores, e foi onde ele mobilizou pessoas em torno da campanha presidencial de 2018.

Após o resultado final do pleito, os filhos do ocupante do Palácio do Planalto também reduziram a presença online.

Confira as diferenças de postagens nas redes da família Bolsonaro:

- Antes da derrota no 2º turno (302 dias, de 1º de janeiro a dia 30 de outubro)

  • Jair Bolsonaro: 5.083 posts- média de 16 por dia

  • Flávio Bolsonaro: 8.736 posts - média de 28 por dia

  • Eduardo Bolsonaro: 8.520 posts - média de 28 por dia

  • Carlos Bolsonaro: 6.915 posts - média de 22 por dia

- Após a derrota no 2º turno (10 dias, de 31 de outubro a 10 de novembro)

  • Jair Bolsonaro: 8 posts - média de menos de 1 dia

  • Flávio Bolsonaro: 47 posts - média de 4 por dia

  • Eduardo Bolsonaro: 88 posts - média de 8 por dia

  • Carlos Bolsonaro: 17 posts - média de 1 por dia

Desde a derrota nas eleições, o presidente da República também reduziu encontros com apoiadores, compromissos oficiais e até as tradicionais transmissões ao vivo para falar com seguidores.

Ele só gravou um vídeo no dia 2 de novembro pedindo que bolsonaristas desbloqueassem as estradas.

Após a vitória de Lula (PT), eleitores do atual mandatário passaram a protestar contestando o resultado das eleições e pedindo uma intervenção militar que impeça o petista de assumir o cargo.

Permaneceu em total silêncio do dia 30 ao 1º de novembro, quando falou por menos de três minutos com a imprensa dando breve sinalização de que admitia ter sido vencido nas urnas.

A última publicação de Bolsonaro no Twitter ocorreu na última terça-feira (8): uma foto sem legenda referente ao lançamento da candidatura dele à reeleição, tirada em julho, no Rio de Janeiro.