Após apenas 2h, Corinthians arrecada mais de R$4 milhões com fan tokens

·1 minuto de leitura
Arena Corinthians em Itaquera
Próxima remessa está prevista para quinta-feira, dia 09
(Getty Creative)
  • Corinthians abriu vendas, hoje às 10h, de 850 mil unidades do fan token #SCCP

  • Em duas horas, todas as unidades, vendidas a US$ 2, estavam esgotadas

  • Criptoativo dá direito ao torcedor de participar de votações do clube, promoções e ganhar brindes. Próxima remessa será lançada na próxima quinta-feira

Quem não aproveitou para adquirir os fan tokens do Corinthians no horário da abertura de vendas acabou ficando de mãos vazias. As 850 mil unidades do token #SCCP esgotaram hoje às 12h, apenas duas horas depois da abertura de vendas. A rapidez fez com que os torcedores batessem o recorde pertencente à torcida do Atlético Mineiro, que levou dez horas para comprar todos os tokens #GALO.

Cada unidade foi vendida por US$ 2, contabilizando a arrecadação de US$ 1,7 milhão - cerca de R$ 8,7 milhões. O clube deve ficar com metade do valor (R$ 4,38 milhões).

Assim como o bitcoin, os fan tokens são um tipo de criptoativo que dá ao torcedor o direito de participar de votações, promoções exclusivas e ainda ganhar brindes. Para o Corinthians, a estratégia é excelente, já que é uma forma de arrecadar recursos e ainda manter a torcida ligada em tudo que acontece com o clube.

Leia também: 

Na próxima quinta-feira, dia 09, a plataforma Socios.com lançará mais uma remessa dos criptoativos. A empresa revelou que, ao longo do contrato com o Corinthians, espera emitir 20 milhões de fan tokens, mas não declarou em quanto tempo.

Assim como o Corinthians e o Atlético Mineiro, clubes na Europa já se beneficiaram com a venda dos fan tokens, como Juventus, Barcelona, Milan, Manchester City, Paris Saint-German, Atlético de Madrid e Valência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos