Após filho ser abusado, mãe mata vizinho pedófilo: “Fiz o que qualquer mãe faria”

·1 minuto de leitura
A hand holding a knife in shadow. This image can be used to represent stabbing or murder.
Mulher matou o vizinho com uma faca após descobrir que filho havia sido abusado (Foto: Getty Images)
  • Mulher foi condenada a sete anos e meio de prisão em 2015 após matar vizinho pedófilo

  • Sara Sands descobriu que o filho dela, de 12 anos na época, havia sido uma vítima do vizinho

  • Agora, Sara foi solta e diz que não se arrepende do crime, mas não se entende como uma assassina

Sara Sands deixou a prisão após ser condenada a sete anos e meio por matar um vizinho. O crime aconteceu em 2015, quando a mulher descobriu que o vizinho, Michael Pleasted, era pedófilo e havia cometido abuso contra o filho dela.

Segundo o tabloide britânico The Sun, Sara e Michael eram vizinhos em Londres e se encontravam com frequência. O homem tinha até oferecido um emprego ao filho de Sara, então com 12 anos.

Leia também

“Mick era um exemplo a seguir. Eu levava comida para ele e conversávamos. Não tinha nenhum motivo para não confiar dele. Pensei que Bradley estava a salvo”, relatou a mãe ao The Sun.

No entanto, Sara descobriu que o vizinho, de 77 anos, tinha sido condenado por crimes sexuais 24 vezes. O filho dela havia sido uma das vítimas. “Fiz o que qualquer mãe faria porque ele fez isso com meu filho Bradley, meu pequeno”, disse a mulher após ser solta.

Sara assumiu que não estar arrependida, mas acha que nunca voltará a matar, porque não se entende como uma assassina. “Eu era uma mãe desesperada para proteger meus filhos. Lembro que peguei uma faca e foi a casa dele. Queria convencê-lo a se declarar culpado, assim Bradley não teria que testemunhar.”

Ela descreveu a agressão e disse que perdeu o controle. “Não podia deixar que ninguém mais saísse machucado, alguém tinha que proteger as outras pessoas”, afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos