Após matéria sobre Marielle, Bolsonaro faz live e ameaça concessão da Globo

Visivelmente alterado, presidente Jair Bolsonaro ataca TV Globo - Foto: Reprodução/Facebook

Após reportagem da TV Globo dizendo que Jair Bolsonaro foi citado nas investigações da morte da Marielle Franco, o presidente foi ao facebook para rebater. O presidente fez duras críticas à Globo, dizendo que o canal de televisão “inferniza” sua vida e ameaçou cassar a concessão da emissora em 2022.

“Vocês, TV Globo, o tempo inteiro infernizam a minha vida, p*** […] Agora, Marielle Franco, querem empurrar pra cima de mim? Patifes, canalhas, não vai colar! Não devo nada a ninguém”, disse o presidente visivelmente alterado. “Não tinha motivo nenhum para matar alguém no Rio de Janeiro".

Leia também

Bolsonaro ainda pediu para TV Globo “parar de trair o Brasil”. “Vocês querem arrebentar com o Brasil. Estava muito bem com governos anteriores, mamavam bilhões de estatais. Acabou essa mamata, não tem dinheiro mais público para vocês”, afirmou, dizendo que a verdade está ao seu lado.

O presidente lembrou que em 2022, quando vence a concessão da emissora, o processo de renovação deverá estar “limpo” para ser aprovado, em tom de ameaça.

Ele ainda disse que a TV globo realiza um “jornalismo podre, canalha e sem escrúpulos”. “TV Globo, vocês não prestam. Só promove o que está dando errado, não tem respeito com ninguém. Defende bandidos e criticam policiais". Ele ainda disse que a TV Globo precisa ser investiga por ter acesso a investigações que estão sob segredos de justiça. “É um orgasmo da TV globo ver um filho meu preso?!”, questionou.

Ele ainda reclamou da cobertura sobre o caso do “laranjal” do PSL e também sobre matérias sobre seus familiares, em especial atingindo Flávio Bolsonaro, senador e seu filho.

Bolsonaro ainda mandou um recado ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. “O sr. só se elegeu governador porque ficou o tempo todo do lado dos meus filhos. O seu objetivo é de nos destruir”, disse Bolsonaro, atribuindo a reportagem à tentativa de Witzel de se eleger em 2022. Na Arábia Saudita, bastante nervoso, Bolsonaro também bateu na Globo.

Ao final, ele ainda pediu para que os espectadores da sua live assistissem ao “Jornal da Record", concorrente da TV Globo, que começaria em breve.