Após Microsoft comprar estúdio, Sony perde quase R$ 110 bilhões em valor de mercado

·2 min de leitura
Sony viu ações caírem 13% na quarta-feira, após a Microsoft comprar a Activision. (REUTERS/Carlo Allegri) (REUTERS)
  • Sony viu ações caírem 13% na quarta-feira, após a Microsoft comprar a Activision

  • Microsoft anunciou que tem mais de 25 milhões de assinantes do Game Pass

  • Sony manteve uma liderança consistente em vendas e jogos exclusivos

As ações da Sony Group caíram 13% em Tóquio nesta quarta-feira (19), sua maior queda desde outubro de 2008, depois que a rival do PlayStation, a Microsoft, anunciou um acordo de US$ 69 bilhões (R$ 379 bilhões) para adquirir a editora de jogos Activision Blizzard.

Leia mais

A aquisição de grande sucesso aumenta a onda de gastos da Microsoft para garantir ativos de propriedade intelectual para seu serviço Xbox Game Pass, eliminando US$ 20 bilhões (R$ 109,4 bilhões) da avaliação da Sony em um dia. O esforço para atrair assinantes pagantes com um portfólio esmagador de jogos desafia o modelo tradicional de negócios de consoles da Sony, que depende de títulos exclusivos de alto nível e vendas de hardware. Jogos e serviços de rede respondem por cerca de 30% da receita da Sony.

A Microsoft anunciou que tem mais de 25 milhões de assinantes do Game Pass e “oferecerá o maior número possível de jogos da Activision Blizzard no Xbox Game Pass e PC Game Pass”, abrangendo títulos existentes e novos, de acordo com o chefe do Xbox, Phil Spencer. Call of Duty, Diablo e World of Warcraft estão entre várias franquias de grande sucesso desenvolvidas sob o guarda-chuva da Activision Blizzard.

“A Sony terá um desafio monumental em suas mãos para se manter por conta própria nesta guerra de atrito”, disse Amir Anvarzadeh, da Asymmetric Advisors. “Com Call of Duty agora provavelmente sendo adicionado exclusivamente à lista do Game Pass, os ventos contrários para a Sony só ficarão mais difíceis.”

Em outros lugares da indústria de jogos, as editoras se uniram após o anúncio da Microsoft, com a Capcom e a Square Enix Holdings subindo mais de 3,7% em Tóquio. Analistas, incluindo Atul Goyal, da Jefferies, viram a medida como um aumento nas avaliações de empresas de jogos com conteúdo forte e portfólios de propriedade intelectual.

Sony viu ações caírem 13% na quarta-feira, após a Microsoft comprar a Activision. (REUTERS/Carlo Allegri)
Sony viu ações caírem 13% na quarta-feira, após a Microsoft comprar a Activision. (REUTERS/Carlo Allegri)

Sony lidera na venda de jogos e consoles

A Sony manteve uma liderança consistente em vendas e jogos exclusivos sobre as ofertas concorrentes da Microsoft em várias gerações de PlayStation e Xbox. Agora que seu rival com sede em Redmond, Washington, sinalizou sua determinação de gastar livremente para fechar essa lacuna, a Sony estará sob pressão para responder.

“A Sony vai lutar para igualar a Microsoft em termos de dinheiro que pode gastar para comprar IP de jogos populares”, disse Kazunori Ito, analista da Morningstar Research. “As ações em queda mostram que os investidores estão preocupados com o fato de a Sony não conseguir continuar vencendo se, de fato, a indústria se afastar do modelo baseado em hardware”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos