Após "pedradas", repórter da Globo revela bastidores da vitória de Lula

Foto: Reprodução/Globo
Foto: Reprodução/Globo

O jornalista Fábio Turci trabalhou na cobertura das eleições 2022 na Globo. No domingo (30), ele acompanhou a apuração do segundo turno diretamente da Avenida Paulista, onde os eleitores de Lula (PT) celebraram a vitória do presidente após o resultado. No dia seguinte, o repórter usou o Instagram para desabafar sobre os bastidores do evento e surpreendeu com o tom aliviado.

"Perdi a conta dos abraços, dos cumprimentos e dos sorrisos que recebi. Ouvi 'parabéns pelo trabalho de vocês', 'a imprensa é fundamental', 'aqui vocês não serão agredidos', 'admiro vocês'. Ouvi 'obrigado'. Me lembro de ser parado duas vezes por jovens estudantes de jornalismo. Falavam de boca cheia: 'sou estudante de JORNALISMO'!", iniciou Fábio.

No texto, o jornalista contou que tirou fotos com os eleitores e ficou energizado com tantos sorrisos. Ele falou sobre a importância do respeito ao trabalho da imprensa e lembrou o período no qual a classe sofreu com muitas "pedradas". O governo de Jair Bolsonaro (PL), vale lembrar, foi marcado por uma série de ataques e polêmicas envolvendo jornalistas.

"Após 24 anos de profissão, senti o que é ser abraçado por uma multidão. E o abraço não foi pra mim, apenas. Foi um abraço no jornalismo, em todos os meus colegas que vêm lutando de cabeça erguida e pés no chão contra a hostilidade, a intolerância, a ignorância. Depois de tantas pedradas, como foi bom ver a profissão que amo sendo amada por tantos", finalizou.

Nos comentários, outros jornalistas da emissora vibraram com o relato de Turci. A repórter Giuliana Girardi, que atua no "Fantástico", afirmou que ficou "arrepiada". Bernardo Bortolotto disse que é muito bom acompanhar uma cobertura pacífica assim. Márcio Gomes, da CNN Brasil, escreveu que também gostaria de abraçar o colega.