Após ‘queda’ do Whatsapp, Telegram também apresenta instabilidade

·1 minuto de leitura
MOGILEV, BELARUS-SEPTEMBER 18, 2019: Smartphone screen with icons of the social network Instagram, Skype, Telegram
MOGILEV, BELARUS-SEPTEMBER 18, 2019: Smartphone screen with icons of the social network Instagram, Skype, Telegram
  • Aplicativos Facebook, WhatsApp e Instagram ficaram fora do ar desde a manhã desta segunda-feira;

  • Redes alternativas também ficaram instáveis e usuários relatam dificuldades para se comunicar online;

  • Twitter é uma das poucas redes que apresentam funcionamento satisfatório no momento.

Após os aplicativos Facebook, WhatsApp e Instagram ficarem fora do ar, o Telegram, que foi uma das primeiras saídas para os usuários de redes sociais, também apresentou instabilidade na tarde desta segunda-feira. Por enquanto, não há explicação oficial a respeito do ‘apagão’.

No Twitter, uma das poucas redes ainda em funcionamento, usuários seguem buscando explicações para os aplicativos que estão fora do ar. Apesar de o Telegram ser uma alternativa logo buscada, o pico de usuários pode ser uma das razões para a inconstância da rede.

No Twitter, as contas oficiais das redes sociais se posicionaram: "Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização aqui assim que possível", disse em nota o WhatsApp.

Leia também:

Para driblar a pane do momento, vale tentar outras redes, como o Signal, por exemplo. O app é considerado um dos mensageiros mais seguros disponíveis. Com código aberto e criptografado de ponta a ponta, é o favorito de Edward Snowden, ex-agente do NSA que revelou milhares de documentos secretos a respeito de serviços de espionagem pelo mundo.

O Signal também possui sistema próprio capaz de comprovar a identidade dos participantes da conversa. Assim, apenas o real destinatário do bate-papo poderá acessar o conteúdo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos