Após rejeição de impeachment de Moraes no Senado, Bolsonaro diz que 'pode vencer a guerra'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazilian President Jair Bolsonaro adjusts his mask during a press conference to announce the start of emergency aid for the COVID-19 pandemic at Planalto presidential palace in Brasilia, Brazil, Wednesday, March 31, 2021. (AP Photo/Eraldo Peres)
Presidente afirma que sabe onde está "o câncer do Brasil". Foto: AP Photo/Eraldo Peres
  • Declaração foi feita em vídeo compartilhado nas redes sociais

  • Imagens são trecho de live feita em abril

  • Na época, presidente enfrentava críticas em relação à pandemia

Horas após Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, rejeitar o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou vídeo em que afirma saber onde está “o câncer do Brasil”. O vídeo publicado nas redes sociais, em que o presidente também garantiu que pode vencer a guerra.

Leia também:

O vídeo, no entanto, não é novo. É o trecho de uma transmissão ao vivo feita por Bolsonaro em abril deste ano. Em tom ameaçador, o presidente afirma: "Sei onde está o câncer do Brasil, nós temos como ganhar essa guerra se esse câncer for curado. Estamos entendidos? Se alguém acha que eu preciso ser mais explícito, lamento".

Em abril, Bolsonaro respondia a críticas em relação ao combate à pandemia de covid-19, que imprimiam uma queda em sua popularidade, somada às decisões do STF, que desagradavam o presidente.

O pedido de impeachment de Moraes foi encaminhado ao Senado por Bolsonaro na última sexta-feira (20). Esta é a primeira vez que um presidente da República pede o afastamento de um ministro do STF. Moraes repudiou o ato em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos