Após se declarar gay, Bruno Gadiol teve medo de ficar desempregado

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
O ator falou que teve medo, mas se sente aliviado (Foto: Reprodução/Instagram/@brunogadiol)
O ator falou que teve medo, mas se sente aliviado (Foto: Reprodução/Instagram/@brunogadiol)

Bruno Gadiol, que ficou conhecido em ‘Malhação – Viva a Diferença (2017)’, revelou que teve medo de ficar desempregado após se declarar gay. O artista falou sobre o assunto pela primeira vez em 2018, mas pensou bem antes de expor sua orientação sexual para o público.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

“Aconteceu após muita autorreflexão. Também tive conversas com meus amigos, com minha família... Eles até podiam ficar temerosos, achar que não era o melhor para mim principalmente no quesito profissional. Claro que eu tive a preocupação que alguns atores e galãs têm de não conseguir trabalho. No entanto, eu não queria passar por isso”, disse em entrevista à colunista Patrícia Kogut.

Leia também

Falar abertamente sobre o caso, no entanto, só trouxe pontos positivos para a vida de Bruno. Além de se sentir mais livre, o ator recebeu o apoio dos fãs e descobriu outros caminhos para investir na área artística.

"Penso em escrever um livro sobre este processo que vivi, sobre a ansiedade que me dava essa expectativa pela aceitação... Percebo que muitas pessoas passam por coisas parecidas, nem sempre em relação à sexualidade. Então, quero ajudá-las a iluminar os pensamentos", contou.