Após ser arranhada, mulher mata gato a pauladas em mercado de Paraty

Reprodução

Uma gata foi morta a pauladas desferidas por uma mulher dentro de um mercado em Paraty, no Rio de Janeiro. O caso aconteceu na manhã do último domingo (6) e o vídeo, com imagens fortes, viralizou nas redes sociais. A polícia procura pela mulher.

De acordo com informações preliminares obtidas pela polícia, o animal teria arranhado a mulher depois que ela pisou acidentalmente em seu rabo.

Após ser atendida pelos funcionários do mercado, ela teria voltado ao local e desferido golpes contra a gata usando um pedaço de madeira. O animal levou uma paulada no corpo e outro na cabeça, se contorceu e morreu minutos depois.

A gata pertencia aos donos do mercado e vivia ali há três anos. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Paraty.

A lei de Crimes Ambientais brasileira prevê que é crime “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

A pena é detenção de três meses a um ano, aumentada de um sexto a um terço em caso de morte do animal. No entanto, por ser considerado um crime de menor potencial ofensivo, poucas vezes o ato resulta em prisão.