Bolsa reage à nota de Bolsonaro subindo quase 4 mil pontos

·1 minuto de leitura
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Para o mercado financeiro, a quinta-feira parecia mais um dia de perdas em razão dos bloqueios dos caminhoneiros pelo Brasil e a escalada da crise política com o Supremo Tribunal Federal.

Leia também:

Depois da divulgação da nota de Jair Bolsonaro, feita com a ajuda do ex-presidente Michel Temer, pregando a pacificação entre os Poderes, a Bovespa subiu 4 mil pontos no final da tarde, indo de 112 mil para 116 mil, com o índice crescendo 2,6%. 

O dólar, que esteve o dia inteiro cotado na faixa dos R$ 5,30, caiu seis centavos minutos depois da divulgação da carta do presidente Jair Bolsonaro. A moeda americana fechou em queda de 1,8%, cotada a R$ 5,22

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos