Após tiros na cabeça e nas costas, motorista de aplicativo é encontrada viva

Motorista baleada em Alagoas sobreviveu - Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução
Motorista baleada em Alagoas sobreviveu - Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

Foi encontrada viva na noite deste domingo (19), uma motorista de aplicativo que foi baleada na cabeça e nas costas, no bairro do Benedito Bentes, em Maceió (AL). A suspeita é de tentativa de latrocínio.

A motorista identificada como Alayne da Silva Oliveira, de 29 anos, é motorista de um aplicativo de viagens que transporta somente para mulheres. Ela realizava, no momento do crime, uma viagem para uma passageira, quando foi abordada por três homens. Alayne foi baleada duas vezes, na cabeça e nas costas.

A vítima foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Benedito Bentes, onde foi atendida e aguarda transferência para o Hospital Geral do Estado, no bairro do Trapiche da Barra.

O irmão dela, Alan Berg, que também é motorista por aplicativo, disse que ela teria sido vítima de uma tentativa de latrocínio, quando os assaltantes tentam matar a vítima para concluir o roubo.

Ainda de acordo com o irmão de Alayne, o rastreador instalado no veículo, aponta que após ser abordada, o carro dirigido pela vítima foi até a Avenida Cachoeira do Meirin, onde permaneceu parado por aproximadamente 35 minutos.

“Depois desse tempo parado, ele andou mais seis quilômetros para frente. Depois foi para Chã Nova e de lá foi para Ponta Grossa, onde o carro foi abandonado. Com essas informações a Polícia Militar conseguiu localizar a vítima e o carro”, comentou Alan.

Buscas foram realizadas pela Polícia Militar (PM) na região, mas, até o momento, não há informações sobre os suspeitos do crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos