Após ultimato de Musk, Tesla rastreia ponto dos funcionários

Bilionário está monitorando a frequência que seus empregados batem ponto nos escritórios da Tesla (Dimitrios Kambouris/Getty Images for The Met Museum/Vogue)
Bilionário está monitorando a frequência que seus empregados batem ponto nos escritórios da Tesla (Dimitrios Kambouris/Getty Images for The Met Museum/Vogue)
  • Musk deu um ultimato a seus trabalhadores, ou voltam aos escritórios, ou se demitem;

  • E-mail automático da Tesla foi autenticado por fontes internas dentro da empresa;

  • Reclamações foram publicadas no Blind, fórum anônimo para funcionários de empresas.

A Tesla, montadora de veículos elétricos do bilionário Elon Musk, está monitorando a frequência com que os funcionários vão trabalhar no escritório, afirmou um funcionário da empresa através da rede social Blind.

Na terça-feira (28), um funcionário publicou uma captura de tela na Blind de um e-mail automatizado da Tesla, notificando a pessoa de que ela não havia utilizado o crachá para entrar em uma instalação da Tesla em pelo menos 16 dias no mês anterior. Fontes internas da Tesla confirmaram a autenticidade do e-mail à publicação americana Business Insider.

"Esta é uma notificação automática", dizia o e-mail. "Você está recebendo este e-mail porque não há registro de você usar seu crachá para entrar em uma instalação da Tesla em pelo menos 16 dias durante o período de 30 dias que termina em 28 de junho. Como lembrete, todos os funcionários devem estar de volta ao escritório, em tempo integral. Sabemos que existem vários motivos pelos quais você pode não ter se inscrito, incluindo doenças, férias ou viagem a negócios. Seja qual for o caso, por favor, esclareça o motivo de sua ausência com seu gerente por e-mail, com uma cópia também para absence@tesla.com."

Outro funcionário respondeu a publicação: "Eu não consigo colocar em palavras porque isso me incomoda, parece que é um exagero. É controlador. É desrespeitoso."

O Blind é um fórum para funcionários de empresas discutirem problemas de forma anônima. A plataforma verifica a identidade dos usuários através dos e-mails da empresa.

A exigência por e-mail da frequência no escritório veio após um ultimato de Musk, obrigando-os a voltar a trabalhar no escritório por um mínimo de 40 horas semanais ou que se demitissem. De acordo com o CEO, a medida vem para promover uma igualdade entre os trabalhadores das fábricas, que também foram obrigados a voltar a trabalhar presencialmente, e aos trabalhadores dos escritórios e executivos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos