Após vitória de Lula, Bruna Marquezine curte provocação a Neymar

Bruna Marquezine e Neymar em evento quando ainda namoravam (Foc Kan/WireImage)
Bruna Marquezine e Neymar em evento quando ainda namoravam (Foc Kan/WireImage)

Não foram poucos os memes sobre a vitória de Bruna Marquezine, que apoiou o presidente Lula (PT), enquanto Neymar pedia votos para Jair Bolsonaro (PL). Nesta terça-feira (1), a polêmica ganhou mais um capítulo: Bruna curtiu uma provocação ao jogador de futebol no Instagram.

A postagem ironiza as duas vezes em que Neymar, ex-namorado de Marquezine, perdeu disputas para ela publicamente. O texto também faz alusão ao processos envolvendo as declarações de impostos do atleta. Em tom de piada, a publicação simula um diálogo entre o jogador de futebol e a apresentadora Ana Maria Braga, acostumada a entrevistar eliminados do "BBB".

"Imaginem o Brasil hexacampeão no Catar. Ana Maria Braga convida Neymar para o seu programa. No meio do bate-papo descontraído, Ana anuncia: 'Hoje teremos uma receita especial para você, menino Ney'. 'É tois, qual a receita?', responde o atleta. Nesse momento, entra no estúdio a receita federal", afirma o post curtido por Bruna Marquezine.

A primeira disputa entre Bruna e Neymar envolveu o paredão mas acirrado da história do "BBB" com Manu Gavassi e Felipe Prior na berlinda. Na época, a atriz saiu vencedora e sua amiga chegou na final do reality show. O rapaz apoiado pelo jogador, no entanto, acabou eliminado do programa precocemente.

Polêmica do imposto

A Declaração do Imposto de Renda de Neymar é um assunto que chama atenção há tempos. Desde 2015, processos se arrastam na Justiça, já que auditores fiscais da Receita Federal constataram infrações nas declarações do atleta entre 2011 a 2013.

Uma multa de R$ 8 milhões foi aplicada ao jogador em 2017 pelo Conselho de Administração de Recursos Fiscais (CARF). Neymar recorreu da decisão e espera o julgamento.

Um fato que chamou atenção aconteceu em 2019, quando Neymar da Silva Santos, pai e empresário do atacante, se encontrou com o presidente Bolsonaro e com o ministro da Economia Paulo Guedes para prestar esclarecimentos sobre o processo.

Durante a campanha, o então candidato Lula, brincou em entrevista ao "Flow Podcast" dizendo que Neymar era contra sua vitória porque o Brasil "vai saber que o Bolsonaro perdoou a dívida de Imposto de Renda dele".