Aposentados e pensionistas da União em Brasília, sob tutela ou curatela, poderão fazer a prova de vida em drive thru

·1 minuto de leitura

O governo federal criou um esquema de drive thru, em Brasília, para que aposentados e pensionistas da União sob tutela ou curatela possam fazer a prova de vida anual. Segundo o Ministério da Economia, anistiados políticos vinculados ao Departamento de Centralização de Serviços de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos (Decipex) — que também moram no Distrito Federal — poderão utilizar o serviço. No total, segundo a pasta, há 600 pessoas nessas condições.

O serviço estará disponível de 8 e 24 de setembro, na ala lateral Norte do edifício do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Brasília, mediante agendamento prévio pela internet.

No dia da atualização cadastral, os interessados deverão levar termo de curatela ou tutela, documento de identificação do aposentado ou pensionista e documento de identificação do curador ou tutor.

Alternativa

Segundo a legislação, a prova de vida dos tutelados e curatelados deve ser feita nas unidades de Gestão de Pessoas dos órgãos a que essas pessoas são vinculadas, com a presença dos beneficiários e dos curadores/tutores. Agora, o drive thru é uma alternativa para os que têm dificuldade de locomoção.

Vale lembrar que quem não realizou a prova de vida de janeiro de 2020 a junho de 2021 — período em que o recadastramento anual estava suspenso — tem até 30 de setembro deste ano para regularizar a situação e manter o pagamento de seu benefício.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos