Apostando em retorno dentro e fora de campo, Botafogo faz sondagem a meia com passagem pelo Milan

Lurian Schultz

​O Botafogo iniciou a temporada com resultados ruins no Campeonato Carioca. Uma equipe alternativa defendeu o Fogão nas duas primeiras rodadas, porém, ficou visível que o clube precisa de reforços para ter um melhor desempenho nos torneios que disputará em 2020. Pensando nisso, a direção virou o alvo para longe do mercado "tradicional" e poderá trazer um nome diferente para o Glorioso.


Keisuke Honda

Segundo a informação dos jornalistas ​Renan Moura e ​Camila Carelli, da Rádio CBN do Rio de Janeiro, o meia japonês Keisuke Honda de 33 anos, está no radar do Botafogo. O jogador ficou conhecido a nível mundial após defender o Milan, da Itália, entre os anos de 2014 e 2017. Além disso, também disputou três edições da Copa do Mundo pela Seleção do Japão.


Segundo Ricardo Rotenberg, membro do comitê de futebol do Botafogo, o clube não deverá avançar na contratação de Honda por conta de outras prioridades. Mas a informação trazida por Renan Moura e Camila Carelli é de que houve uma reunião entre o Glorioso e os representantes do jogador na última segunda-feira (20). O jogador tem como objetivo defender o Japão nas Olimpíadas de Tóquio, que ocorrem nesse ano.


Caso Honda seja efetivamente contratado pelo Botafogo, o seu salário será dentro do teto de gastos do clube com o elenco profissional e terá um contrato por produtividade dentro de campo, com direito a bônus por marketing e exploração da imagem do meio-campista japonês. Além do Milan, o atleta teve boa passagem pelo CSKA Moscou-RUS. Defendeu ainda o Pachuca, do México, e o Melbourne Victory, da Austrália.