App Facily recebe aporte US$250 mi e pode virar novo unicórnio brasileiro

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O app Facily, de compras coletivas, anunciou nesta terça-feira que recebeu um aporte de 250 milhões de dólares em uma quarta rodada de financiamento que coloca a companhia brasileira próxima da condição de unicórnio, de empresas iniciantes avaliadas em pelo menos 1 bilhão de dólares.

O anúncio ocorreu poucos dias depois de a empresa fechar acordo com o Procon-SP para solucionar queixas de consumidores prejudicados por problemas que incluem atrasos em entrega de produtos e falta de reembolso. Segundo o Procon-SP, desde o início do ano até outubro o app registra mais de 150 mil queixas no órgão de proteção dos consumidores.

"Com os novos investimentos recebidos, a empresa irá focar na eficiência logística para acelerar as entregas dos pedidos realizados na plataforma, além de trabalhar na expansão nacional da empresa", afirmou a companhia em comunicado à imprensa.

O aporte mais recente recebido pela Facily foi liderado por DX Ventures e Delivery Hero, com Citius também participando da rodada. Antes disso, a empresa levantou 116 milhões de dólares em outras três rodadas nos últimos 12 meses. A empresa não informou qual a avaliação da companhia após o novo aporte.

A empresa foi fundada por Diego Dzodan, ex-vice-presidente do Facebook para América Latina, e pelos executivos Luciano Freitas e Vitor Zaninotto em 2018.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos