Apple considera fazer oferta por unidade de chips da Toshiba, diz NHK

TÓQUIO (Reuters) - A Apple considera se juntar ao seu fornecedor Foxconn para fazer proposta pela divisão de semicondutores da Toshiba, informou nesta sexta-feira a emissora japonesa NHK.

A gigante norte-americana considera investir vários bilhões de dólares para adquirir uma fatia de mais de 20 por cento da unidade, como parte de um plano que manteria a Toshiba como holding parcial, disse a NHK, citando fontes não identificadas.

A ideia seria dissipar preocupações do governo japonês sobre a transferência de tecnologia sensível a investidores, o que considera um potencial risco à segurança nacional, esclareceu a emissora.

A Apple não estava imediatamente disponível para comentar o assunto, enquanto a taiuanesa Foxconn, formalmente conhecida como Hon Hai Precision Industry, se recusou a fazê-lo. O porta-voz da Toshiba disse que não podia comentar sobre transações específicas.

A Foxconn, que participou da primeira fase da venda da unidade de chips, é vista como risco à segurança nacional do Japão devido a seus laços com a China. De acordo com a NHK, a Apple quer que a Foxconn detenha uma fatia de cerca de 30 por cento do negócio de chips da Toshiba.

(Por Makiko Yamazaki, Junko Fujita, Tim Kelly e Chang-Ran Kim)