Apple pode apostar em processador próprio para seus notebooks em 2021

Wagner Wakka

A Apple pode abandonar a Intel para a sua nova linha de laptops no ano que vem. Quem aposta nisso é Ming-Chi Kuo, analista da KGI Securities especializado em análises e previsões sobre a Maçã, e que frequentemente se mostra correto em suas antecipações. Em nota para investidores, ele informou que acredita que a Apple vai lançar um novo MacBook entre 12 e 18 meses, que virá com um processador produzido internamente.

A companhia usaria o conhecimento de arquitetura em ARM que já utiliza em outros aparelhos, como Watchs, iPads e iPhones. Com isso, ela não contaria com a Intel para oferta de tais processadores, como acontece atualmente.

Kuo já havia apontado esta mesma possibilidade em 2018, na aposta de que a Apple já abandonaria a Intel na última leva de laptops. Agora, contudo, uma listagem de vagas de emprego recentes na companhia indicam que ela está investindo pesado no setor.

O objetivo seria levar o modelo de negócio de aparelhos como iPhones também para a sua linha de notebooks. Com isso, diminui a dependência a companhias terceirizadas e pode reduzir o valor no produto final ou aumentar a sua margem de lucro.

Apesar das apostas de Kuo, a Apple ainda não confirmou tais informações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: