Apple tem vendas trimestrais acima do esperado com forte desempenho de iPhones e serviços

Por Paresh Dave e Nivedita Balu

OAKLAND/BENGALURU (Reuters) - A Apple divulgou nesta quinta-feira recorde de vendas e lucro para um segundo trimestre fiscal, acima das estimativas de Wall Street, à medida que a empresa administrou o cenário de escassez de componentes eletrônicos e os consumidores compraram novos iPhones.

As vendas aumentaram 19% nas Américas e cerca de um dígito na Europa e na China, afirmou a empresa.

As ações da Apple subiam 2,3% nas negociações pós-mercado.

A Apple, que é a maior empresa do mundo em valor de mercado, pretende manter a alta demanda pelo iPhone e outros produtos enquanto eleva as vendas de serviços, incluindo assinaturas de música e vídeo.

Os últimos resultados mostram a companhia avançando em ambos os objetivos, já que bateu as expectativas de vendas para todas as unidades, com exceção de acessórios.

O vice-presidente financeiro da Apple, Luca Maestri, citou "forte demanda contínua por nossos produtos" e um recorde de vendas de serviços.

A receita da Apple no trimestre encerrado em 26 de março foi de 97,3 bilhões de dólares, um aumento de 8,6% em relação ao ano passado e superior à estimativa média dos analistas de 93,89 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

A receita trimestral mundial com vendas de celulares foi de 50,6 bilhões de dólares, um aumento de 5,5% em relação ao ano anterior, e acima da estimativa média de 47,88 bilhões. O negócio de serviços, o segundo maior segmento da Apple depois dos iPhones, viu as vendas subirem 17%, para 19,8 bilhões de dólares, contra projeção média de 19,71 bilhões.

O lucro da Apple no trimestre foi de 25 bilhões de dólares, ou 1,52 dólar por ação, e superou as expectativas dos analistas de 23,2 bilhões de dólares, ou 1,43 dólar por papel.

A Apple também anunciou um aumento de 5% em seus dividendos e a aprovação do conselho de administração para recomprar 90 bilhões de dólares adicionais em ações. Maestri disse em entrevista que a guerra na Ucrânia afetou a receita diante da retirada da Apple da Rússia, mas recusou-se a especificar um valor. Ele disse que o impacto nas vendas seria maior no trimestre atual.

Questionado sobre o aumento da inflação, Maestri afirmou que a demanda, principalmente por iPhones, foi maior do que a empresa esperava no início do trimestre. A inflação estava afetando as despesas, disse ele.

O executivo citou que os serviços de loja de aplicativos, música, nuvem e Apple Care estabeleceram recordes de receita.

A Apple disse que as vendas do iPad caíram 2%, para 7,65 bilhões de dólares, devido às restrições na cadeia de suprimentos. Os números ainda assim vieram acima da estimativa média dos analistas de 7,14 bilhões de dólares.

A receita de computadores Mac, que também enfrenta problemas na cadeia de suprimentos, aumentou 14,7%, para 10,4 bilhões de dólares, em comparação com expectativa 9,25 bilhões.

Já a receita com acessórios incluindo com caixas de som e relógios subiu 18%, para 8,8 bilhões de dólares, abaixo das estimativas de 9,05 bilhões.

A Apple disse que agora tem 825 milhões de assinantes pagantes em sete serviços, um aumento de 40 milhões em relação aos 785 milhões do último trimestre. O crescimento ocorre enquanto rivais como a Netflix relatam perdas de usuários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos