Apple vai te dizer quando seus dados foram acessados por aplicativos, em nova versão do iOS

·3 minuto de leitura

RIO - A Apple apresentou hoje a nova versão de seu sistema operacional com mais mudanças em sua política de privacidade. Uma das novidades é que os aparelhos da companhia, como o iPhone, terão o chamado "App Privacy Report". Ou seja, será possível saber quando os aplicativos instalados acessaram os dados dos usuários.

A Apple disse que o objetivo é aumentar o "controle de privacidade dos produtos". A companhia apresentou as principais novidades da nova versão do sistema operacional, o iOS 15, no evento anual de desenvolvedores, o WWDC 2021, que ocorreu de forma on-line por conta da pandemia da Covid-19.

A dona do iPhone disse ainda que na nova versão o usuário terá a possibilidade ocultar o endereço IP dos produtos, como iPhone, iPad e Macs. As mudanças devem começar a valer no segundo semestre.

Na versão anterior, a Apple acirrou a disputa com Google e Facebook ao incorporar nova ferramenta que dá ao cliente a opção de permitir ou não o rastreamento de suas informações por aplicativos instalados no aparelho, como idade, localização, dados de saúde e hábitos de consumo. Segundo especialistas, isso tende a dificultar a venda de propaganda direcionada em sites e em redes sociais.

No evento desta segunda-feira a Apple apresentou ainda o iCloud+, com novos serviços de segurança, como o que permite ocultar o endereço do e-mail, gerando uma combinação aleatória de letras e números em vez do nome do usuário.

Facetime

A nova versão do sistema operacional da empresa também trará maior integração entre seus serviços de streaming aos aplicativos. A principal mudança ocorre no Facetime, aplicativo que permite ligações entre iPhones. A principal novidade é a possibilidade de compartihar a tela com as pessoas na ligação, além de ouvir músicas e vídeos em conjunto com os serviços, como o Apple Music e Apple TV. Além disso, a empresa desenvolveu sistema de melhorias no som, permitindo isolar a voz das pessoas mesmo em ambientes barulhentos.

Mensagens

A estratégia de compartilhamento também foi usada nas melhorias do serviço de mensagens dos iPhones (SMS), pouco usados no Brasil. Em Fotos, a Apple integrou ainda o Apple Music, permitindo que o usuário consiga usar músicas ao criar álbuns com as imagens.

Fotos

As fotos também passam a contar com mais recursos de inteligência artificial. Chamado de "Live text", é possível reconhecer nas fotos telefones e fazer uma ligação. Ou, então, com o nome na foto de um restaurante, por exemplo, fazer uma pesquisa na internet. Haverá uma espécie de botão nas fotos para selecionar o texto. Estará disponível em português, disse Craig Federighi, vice-presidente da empresa.

- Mas não é só texto. Você pode usar a mesma inteligência para reconhecer animais e objetos na internet - disse Federighi.

Carteira do iPhone

A carteira do iPhone, o Wallet, vai ganhar novas funções no novo sistema operacional da Apple. Além de pagamento, será possível faez check in em hoteis. Para isso, a companhia naunciou parceria global a rede Hyatt.

Federighi disse também que a Apple está conversando com a Transportation Security Administration (TSA, responsável pela segurança nos aeroportos) para levar a carteira de identidade dos americanos ao iPhone, o que vai permitir fazer check-in nos aeroportos através dos celulares.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos