Apresentadora da Globo reproduz racismo e é ‘salva’ por Manoel Soares; web reage

Talitha Morete reproduziu racismo ao pedir para Silene servir pessoas brancas (foto: Reprodução / TV Globo)
Talitha Morete reproduziu racismo ao pedir para Silene servir pessoas brancas (foto: Reprodução / TV Globo)

Resumo da Notícia:

  • Talitha Morete reproduziu racismo estrutural ao pedir para uma mulher negra servir pessoas brancas

  • Durante o fim do "É de Casa", Manoel Soares impediu que a situação continuasse

  • A ação repercutiu nas redes sociais com diferentes olhares sobre a cena

O que poderia ser a realização de um sonho quase se transformou em um pesadelo no “É de Casa” do último sábado (11). Talitha Morete, apresentadora do programa, convidou uma doceira a fazer uma receita de cocada no programa e reproduziu uma situação racista ao vivo.

A apresentadora conheceu a cozinheira Silene, que vende cocadas em um salão de beleza que ela frequenta no Rio de Janeiro, e a convidou para fazer a receita no programa semanal que apresenta. Durante a atração, as duas até fizeram juntas o prato que a convidada comercializa.

No fim do programa, quando os doces ficaram prontos, Silene estava sentada com os outros apresentadores e convidados no momento em que Talitha levou os doces para a área externa do cenário do programa. A apresentadora, então, entregou a bandeja na mão da cozinheira e indicou que ela, uma mulher negra, deveria servir os demais, a maioria brancos.

“A dona da cocada vai fazer as honras da casa. Vai servir todo mundo, Silene! Por favor, pode oferecer porque está todo mundo querendo a sua casa”, pediu a apresentadora ao vivo. Silene chegou a pegar bandeja para começar a servir os outros quando Manoel Soares, também apresentador do programa, interveio.

“Vamos fazer o seguinte? Eu vou ser o seu garçom e você vai me orientar para quem vou servir, porque você não vai servir ninguém”, disse ao pegar a bandeja e distribuir os doces entre os presentes.

Nas redes sociais, o momento repercutiu com diferentes olhares: “Aula de como lidar com o racismo estrutural. Parabéns, Manoel Soares”, disse Lázaro Rosa no Twitter.

Outra tuiteira comentou: “A Talita, literalmente, cruzou o cenário só pra fazer a Mulher servi-la... Estou em choque! O Manoel não conseguiu esboçar nenhuma reação porque acredito que nem ele estava acreditando no que estava acontecendo ali. Ainda bem que conseguiu se recompor e dar a lição.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos