Apuração dos votos: Em Israel, Bolsonaro vence, mas diminui margem em relação à 2018

Apuração dos votos: Jair Bolsonaro venceu em Israel, mas cenário da votação no país foi diferente de 2018 (Foto: Rebeca Figueiredo Amorim/Getty Images)
Apuração dos votos: Jair Bolsonaro venceu em Israel, mas cenário da votação no país foi diferente de 2018 (Foto: Rebeca Figueiredo Amorim/Getty Images)

A apuração de votos em Israel se encerrou e, no país do Oriente Médio, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o candidato com o maior percentual de votos, com cerca de 46% dos votos válidos, 320 no total entre os brasileiros que vivem no país. Lula (PT) aparece em segundo lugar, com 274 votos e 38,6% dos válidos.

O resultado é bastante diferente do que ocorreu em 2018. Há 4 anos, no 1º turno, Bolsonaro teve 66,5% dos votos, enquanto Fernando Haddad teve apenas 6,8%.

Apesar do pequeno número de eleitores, o resultado chama atenção pelo uso de Israel por Jair Bolsonaro na campanha de 2018 e, até hoje, o uso de bandeiras do país em manifestações bolsonaristas. O ex-primeiro-ministro do país Benjamin Netanyahu desejou sorte ao atual presidente do Brasil.

Eleições na Palestina

Na Palestina, a vitória de Lula foi expressiva: o petista teve 592 votos, enquanto Bolsonaro teve apenas 52. Ciro Gones recebeu 24 votos e Simone Tebet, 4.

Com o resultado, o petista teve 84% dos votos registrados em Ramallah, enquanto o atual presidente teve 7,4%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: