Apuração dos votos no Brasil chega a 100% na manhã de terça-feira

Votação acabou às 17h de domingo, mas apuração dos votos terminou apenas nesta terça (Foto: CAIO GUATELLI/AFP via Getty Images)
Votação acabou às 17h de domingo, mas apuração dos votos terminou apenas nesta terça (Foto: CAIO GUATELLI/AFP via Getty Images)

O Brasil terminou a apuração dos votos da eleição na manhã desta terça-feira (4), 41 horas após o horário previsto para o fim da votação. O último estado a terminar a contagem foi o Amazonas, segundo informações do portal g1.

O resultado da eleição presidencial se manteve o mesmo daquele divulgado na noite do domingo (2): o ex-presidente Lula (PT) ficou em primeiro e foi para o 2º turno com o presidente Jair Bolsonaro (PL). O petista teve cerca de 57 milhões de votos, cerca de 48% dos válidos, enquanto o atual presidente teve 51 milhões, aproximadamente 43% dos votos válidos.

Lula venceu em 3.378 cidades brasileira e teve a maior vantagem na região Nordeste. Segundo o portal g1, o petista foi o mais votado em todas as cidades do Ceará, da Paraíba, do Piauí e do Sergipe. Já Jair Bolsonaro teve mais votos em 2.192 cidades e mostrou força no Sul e no Centro-Oeste, vencendo em todas as cidades de Rondônia e no Distrito Federal.

A eleição para governador há havia se encerrado no domingo. Em 14 estados e no Distrito Federal, não haverá 2º turno. Em outros 12 estados, eleitores voltarão às urnas em 30 de outubro para definir governador e presidente.

Atraso na contagem de votos

Uma seção eleitoral impediu que o Brasil chega a 100% na apuração votos mais rapidamente. Na cidade de Coari, no Amazonas, a urna de uma seção teve problemas e, por isso, os votos votam dados em papel. As informações são do portal g1.

Como a seção fica em um canavial, na zona rural, o acesso ao local é difícil e a urna de lona, onde ficam os votos de papel, demorou para chegar até a sede do município. Só lá os votos foram contados.