Arábia Saudita e Irã se reúnem para aliviar tensões, dizem fontes

·1 minuto de leitura

(Reuters) - Autoridades de Arábia Saudita e Irã conversaram diretamente neste mês em uma tentativa de acalmar as tensões entre os dois inimigos, segundo uma autoridade sênior iraniana e duas fontes da região, no momento em que Washington trabalha para ressuscitar o acordo nuclear de 2015 com Teerã e encerrar a guerra do Iêmen.

A reunião em 9 de abril no Iraque, publicada primeiramente pelo jornal Financial Times no domingo, não levou a nenhum avanço, disse a autoridade iraniana e uma das fontes da região com conhecimento do assunto.

A fonte da região afirmou que a reunião se concentrou no Iêmen, onde uma coalizão militar liderada pela Arábia Saudita tem enfrentado o grupo Houthi, alinhado com o Irã, desde março de 2015.

“Foi uma reunião de baixo escalão para explorar se há uma maneira de aliviar as tensões em andamento na região”, afirmou a autoridade iraniana, acrescentando que a discussão foi baseada em um pedido do Iraque.

O primeiro-ministro iraquiano conversou com o príncipe da Arábia Saudita no começo deste mês e também visitou os Emirados Árabes Unidos.

Autoridades sauditas não responderam imediatamente ao pedido da Reuters por comentários. A reportagem do Financial Times disse que uma autoridade sênior saudita negou que tenha havido qualquer conversa com o Irã.

Potência sunita do Golfo, a Arábia Saudita cortou relações com os xiitas do Irã em janeiro de 2016, após a invasão de sua embaixada em Teerã após Riyadh executar um clérigo muçulmano xiita.

(Reportagem de redações em Dubai e Bagdá; reportagem adicional de Aakriti Bhalla em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos