Araçatuba: De onde vem ‘novo cangaço’?

Depois do ataque de uma quadrilha a duas agências bancárias de Araçatuba (SP), numa ação que deixou três mortos ontem de madrugada, quando reféns foram amarrados a carros usados pelos assaltantes, os moradores passaram a viver com o medo da explosão de artefatos deixados pelas ruas.

Os explosivos feitos à mão, chamados de metalon, foram usados pelo grupo no assalto. Entre os cinco feridos na ação, está um homem que teve pernas decepadas por uma das bombas feita com pedaços de metal.

Segundo o secretário interino de Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, mais de 20 criminosos e dez carros participaram do ataque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos