Aracruz: Morre quarta vítima de ataques a escolas no Espírito Santo

Uma das vítimas do ataque em Aracruz que estava internada morreu na tarde deste sábado (26). Foto: KADIJA FERNANDES / AFP / Getty Images.
Uma das vítimas do ataque em Aracruz que estava internada morreu na tarde deste sábado (26). Foto: KADIJA FERNANDES / AFP / Getty Images.
  • A Secretaria da Saúde do Espírito Santo confirmou que uma das vítimas do ataque às escolas em Aracruz morreu neste sábado (26);

  • Flavia Amoss Merçon Leonardo, de 38 anos, era professora na Escola Estadual Primo Bitti;

  • Vítima estava internada no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves (HEJSN), na Serra.

A Secretaria da Saúde do Espírito Santo (Sesa) confirmou que uma das vítimas do ataque às escolas no município de Aracruz, no Espírito Santo, morreu na tarde deste sábado (26). Ela estava internada em estado grave

Familiares disseram ao jornalismo da Rede Gazeta que a mulher, de 38 anos, se chama Flavia Amoss Merçon Leonardo e era professora na Escola Estadual Primo Bitti. A instituição foi a primeira a ser atacada.

A vítima estava internada no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves (HEJSN), na Serra. Ela passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

Entenda o que aconteceu

Por volta das 9h30 da última sexta-feira (25), um adolescente invadiu a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti.

A Secretaria de Segurança Pública afirma que o autor do crime disparou com uma pistola assim que entrou no local. Depois, foi até a sala dos professores e fez novos disparou, matando dois profissionais.

Em seguida, foi em direção à escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, onde matou um aluno. As identidades das vítimas não foram divulgadas. Ao todo, três pessoas morreram e onze foram baleadas, sendo que uma delas teve que ser levada de helicóptero ao hospital.

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que o atirador entrou em uma das escolas.

Atirador é preso

O atirador que invadiu duas escolas em Aracruz, município ao norte do Espírito Santo, foi encontrado na tarde da sexta-feira (25). Em nota, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), confirmou que a prisão foi efetuada por volta das 14h10.

A polícia fazia buscas na região desde o ataque na manhã de hoje. O capitão Alexandre do 5° Batalhão da PM de Aracruz informou que o assassino fugiu de carro, mas foi encontrado pelos agentes.

Linha do tempo do ataque à escola em Aracruz: