Arames de proteção da área de restinga são furtados da praia de Ipanema

·2 minuto de leitura

RIO — Os arames de proteção que ficavam no entorno dos cerca de dois mil metros quadrados da restinga das dunas da Praia de Ipanema, entre os postos 8 e 9, foram arrancados do local. A prefeitura suspeita que o material utilizado para proteger a Área de Proteção Ambiental tenha sido furtado.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente lamentou que os furtos continuem a ocorrer na orla carioca, dizendo também que vem sendo frequentes os atos de supressão e de vandalismo de bens públicos, como placas de obras, mourões e arames. "Conforme o artigo 163 do Código Penal, 'destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia' é crime, com detenção de um a seis meses, ou multa de um a seis salários mínimos (R$ 1.100 a R$ 6.600). A gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) da Orla Marítima, unidade municipal, vai repor os bens e pede que a população ajude, denunciando os atos criminosos", disse a nota.

Durante o carnaval de 2018, a vegetação do local chegou a ser destruída por foliões que invadiram a área de proteção. Após o ocorrido, houve um mutirão de recuperação que, com a ajuda de alunos de escolas públicas, moradores e membros de associações, plantou 400 mudas de espécies nativas no local.

Presidente da Associação de Moradores e Amigos de Ipanema (Amai), Carlos Monjardim informou que a associação marcou, junto do grupo Viva Ipanema, uma reunião com o secretário municipal de meio ambiente para tratar da recuperação da vegetação da praia de um modo geral:

— Não é somente de lá que estão roubando os arames, mas também de outros pedaços da praia. E o problema não é só a grade não, é necessário recompor toda a vegetação nativa da praia, que está deteriorada em vários pontos.

De acordo com Carlos, o problema aumentou junto do aumento da população de rua no bairro:

— Acaba que, muitos deles, são dependentes químicos e roubam essas coisas para vender para o ferro-velho. Por isso, nós temos que demandar as secretarias de assistência social e a Guarda Municipal diariamente.