Aranha venenosa assusta no Engenho do Mato, em Niterói

·1 min de leitura

NITERÓI — A servidora pública Luana França levou um grande susto na noite chuvosa de 27 dezembro do ano passado. Ao acessar a área de serviço da casa, no Engenho do Mato, ela se deparou com uma aranha armadeira no canto da parede. Essa espécie pode atingir 20 centímetros de envergadura com as patas abertas.

—Fui pegar um saco plástico e a aranha estava lá. Fechei a porta e chamei meu marido. Ele pegou uma caixa de sapato, mas percebeu que ela não caberia. Os agentes do Centro de Zoonoses só vieram aqui no dia 29. Mas ela já não estava mais em casa— conta Luana.Ela alertou os vizinhos sobre a visita nada desejada. Ao lado do condomínio há um terreno baldio, e o aparecimento de insetos é frequente. Mas foi a primeira vez que encontraram um desse porte.

O Instituto Vital Brazil alerta que este é um aracnídeo venenoso, cuja picada pode ocasionar reação severa, com aumento dos batimentos cardíacos, hipertensão arterial e agitação psicomotora. Em crianças, os acidentes são graves e podem levar, em casos raros, à morte.

Popularmente conhecida como aranha de bananeira, ela não vive em teias e se esconde em lugares como buracos, debaixo de madeira e pedras ou entre folhas largas.O instituto avisa que em caso de aparecimento de animais peçonhentos deve-se procurar os órgãos de saúde municipais. Se houver acidente, a pessoa deve ser levada imediatamente ao Hospital Antônio Pedro, no Centro.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos