Argentina inicia campanha de vacinação contra Covid-19 com a russa Sputnik V

O Globo
·1 minuto de leitura

BUENOS AIRES — A Argentina iniciou a campanha de vacinação contra a Covid-19 com a aplicação da vacina Sputnik V e se tornou o primeiro país da América Latina a inocular sua população com o imunizante do laboratório russo Gamaleya.

A campanha começou de forma simultânea em todo o país e tem como prioridade a vacinação voluntária dos profissionais da saúde em uma primeira etapa.

O governador da província de Buenos Aires, Axel Kicillof, foi um dos primeiros políticos a ser vacinado. "Hoje é o início do fim da pandemia na Argentina", escreveu ele em sua conta no Twitter junto com uma foto na qual é visto usando uma máscara e recebendo a vacina do Sputnik V.

Embora o político não faça parte do grupo de risco que iria receber a vacina russa, por não ser profissional de saúde, sua intenção vai de mãos dadas com a ideia de dar tranquilidade ao povo de Buenos Aires em meio a diversos questionamentos e dúvidas gerados pela forma como o produto de laboratório Gamaleya foi comunicado e posteriormente aprovado.