Morre policial colombiano que trabalhava em resgate de família em Mocoa

Bogotá, 1 abr (EFE).- Um policial colombiano morreu neste sábado enquanto tentava resgatar uma família que foi afetada pela avalanche de água e pedras causada pelo transbordamento de três rios na cidade de Mocoa, capital do departamento do Putumayo, no sul do país, e deixou pelo menos 154 mortos.

O agente, identificado como Desiderio Ospina, morreu ao tentar chegar até a família que pedia auxílio, disse em seu conta no Twitter o diretor-geral da Polícia Nacional, general Jorge Nieto.

O ministro da Justiça, Enrique Gil Botero, também informou que oito guardas do Instituto Nacional Penitenciário e Carcerário (Inpec) estão entre os afetados porque perderam suas casas e móveis na enchente.

A tragédia em Mocoa começou na noite de sexta-feira, quando uma forte chuva aumentou o nível dos rios Mocoa, Sangoyaco e Mulatos, cujos transbordamentos provocaram uma avalanche que se levou tudo o que encontrou pelo caminho. EFE