Argentina pedirá novos requisitos para ingressar no país a partir de sexta-feira

·1 minuto de leitura

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina determinou a partir de sexta-feira novos requisitos para a entrada e saúde de argentinas, residentes e estrangeiros previamente autorizados através do aeroporto internacional de Ezeiza ou de San Fernando, estabelecidos como únicas entradas no país.

As exigências, que valerão até 8 de janeiro, incluem a apresentação de um teste PCR negativo e a realização de quarentena obrigatória de 7 dias, informou o Ministério do Interior.

No Porto de Buenos Aires só será autorizada a entrada de argentinos e moradores.

Os últimos dados oficiais apontam para 1.563.865 casos de coronavírus, com 42.314 mortos e 1.384.277 recuperados.

(Reportagem de Walter Bianchi)