Argentina pode ser eliminada já na próxima rodada da Copa do Mundo; veja a combinação necessária

A Argentina estreou com o pé esquerdo na Copa do Mundo do Catar: foi derrotada por 2 a 1 pela Arábia Saudita, de virada, nesta terça-feira. Com o resultado, a seleção de Lionel Messi larga atrás no Grupo C e liga o alerta vermelho para não ser eliminada ainda na fase de grupos, o que pode acontecer já na próxima rodada. Basta um resultado para os hermanos darem adeus ao torneio de forma antecipada.

A zebra Arábia Saudita largou na frente e soma três pontos de maneira isolada. México e Polônia, que não saíram do 0 a 0, ficaram com um ponto cada. A segunda rodada do Grupo C está marcada para acontecer no próximo sábado, dia 26, e os hermanos entrarão em campo sabendo que se trata de uma partida de vida ou morte.

Se perder para os mexicanos, a Argentina estará matematicamente eliminada. Isso porque a tricolor chegaria aos quatro pontos, mesma situação da Polônia caso vença a Arábia Saudita. Em caso de empate, os sauditas chegariam aos quatro. Como Messi e cia chegariam no máximo a três, não teriam mais chances de avançar.

Veja o calendário:

Polônia x Arábia Saudita — Sábado (26/11) — 10h — Cidade da Educação

Argentina x México — Sábado (26/11) — 16h — Lusail

Argentinos dependem apenas de si

Por outro lado, um confronto direto com um potencial segundo colocado como o México pode ser benéfico para a albiceleste. Se Messi e companhia vencerem os mexicanos, vão a 3 pontos e podem assumir até a segunda colocação, caso a Polônia não vença a Arábia Saudita.

Em caso de vitória dos poloneses, os comandados de Lionel Scaloni vão para a última rodada empatados em pontos com os sauditas. Vencendo os poloneses na última rodada, nesse cenário, iriam a 6 pontos, estacionando a Polônia em 4. O México só chegaria a 4, e só a Arábia Saudita chegaria aos mesmo 6.