Arlindinho comemora volta do show em que canta repertório do pai, Arlindo Cruz, em festival: 'É uma relação muito forte'

No primeiro fim de semana de novembro, já está liberado celebrar o mês do Dia da Consciência Negra. E, pelo menos em Madureira, a festa está garantida na quadra do Império Serrano. Desta sexta a domingo, artistas se apresentam no Festival Madureira, que tem ingressos a partir de R$ 10.

Escalada para encerrar o primeiro dia da festa, Leci Brandão, nascida em Madureira, adianta um pouco do seu repertório.

— Canto as músicas esperadas pelo público. Se tratando de Madureira, é mais fácil ainda! Conheço o Império desde pequena. “Kizomba” é uma que sempre canto quando tem a ver com a nossa história do povo negro. No Império, não dá para deixar de cantar uma da Dona Ivone Lara: “Sorriso negro” representa nossa luta — adianta Leci, que completa, celebrando a agenda cheia: — Quando chega o mês de novembro, eu fico doidinha, todo mundo quer show da gente, fico sem data.

A programação de hoje está sendo chamada de “Noite da beleza negra”, e conta ainda com os blocos afro de Madureira Lemi Ayó e Agbara Dudu. Já amanhã, num show intitulado “Homenagem a Arlindo Cruz”, Arlindinho apresenta um repetório em homenagem a seu pai, uma apresentação que há três anos ele não faz.

— Estamos retomando este show por ser na quadra do Império. O imperiano e o suburbano vão se emocionar. São músicas que não costumam estar nos meus shows, algumas são “lado B”. Tem música que eu fiz com ele, outras que ele fez com a minha mãe. É uma relação muito forte — explica Arlindinho.

Domingo, com a “Homenagem aos tambores e à magia”, a festa é encerrada com Awurê. Veja abaixo mais detalhes.

Quadra do Império Serrano: Av. Ministro Edgard Romero 114, Madureira. Ingresso a partir de R$ 10 no site Sympla. Sexta, a partir das 19h, com Agbara Dudu, Lemi Ayó, bateria da Portela e Leci Brandão. Sábado, a partir das 15h, com Arlindinho, Quintal da Magia, Feira Crespa, escolas de samba mirins Império do Futuro e Filhos da Águia, DJ Cris Pantoja e bateria do Império Serrano. Domingo, a partir das 15h, Feira Crespa, Terreiro do Crioulo e Zé Luiz do Império, DJ Bieta, roda de jongo com Companhia de Aruanda e Awurê. A classificação etária para o evento é livre.