Armênia e Azerbaijão reportam combates letais na fronteira

Armênia e Azerbaijão reportaram nesta terça-feira combates intensos na fronteira, que causaram a morte de soldados deste último país, no confronto mais recente entre os dois rivais.

"A 0h05 de hoje (hora local), o Azerbaijão lançou um bombardeio intenso com artilharia e armas de grosso calibre contra postos militares armênios", informou o Ministério da Defesa da Armênia, acrescentando que drones também foram usados.

O Ministério da Defesa do Azerbaijão acusou a Armênia de "atos subversivos em larga escala" perto da fronteira, acrescentando que suas posições militares foram atacadas. "Há baixas entre os soldados (do Azerbaijão)", acrescentou, sem citar números.

Relatos de tiroteios são frequentes na fronteira desde que a guerra entre os dois países em torno da disputada região de Nagorno-Karabakh terminou, em 2020. Duas guerras foram travadas: uma na década de 1990 e outra em 2020, em torno de Nagorno-Karabakh, enclave do Azerbaijão com população armênia.

As seis semanas de combates em 2020 deixaram mais de 6.500 mortos e terminaram com um cessar-fogo mediado pela Rússia. Sob o acordo, a Armênia cedeu partes do território que controlou durante décadas, e Moscou enviou cerca de 2.000 soldados para supervisionar a frágil trégua.

mkh-eg-im/raz/mas/ag/lb