Arma de sargento assassinado em São Gonçalo não foi encontrada na cena do crime

RIO — Os agentes da DH trabalham, até então, com todas as hipóteses para o assassinato do sargento da Marinha Raphael da Silva Celestino, que teve o corpo encontrado amarrado dentro do porta-malas de um carro no bairro Tribobó, em São Gonçalo. Junto com Raphael, foi encontrado o registro de sua pistola no Sistema de Gerenciamento Militar de Armas (SIGMA), mas a arma do sargento não estava na cena do crime.

O enterro do militar está marcado para a tarde desta quinta-feira, no Cemitério Memorial Parque Nycteroy, no bairro Laranjal, em São Gonçalo. Familiares e amigos de Raphael da Silva Celestino usaram as redes sociais para comentar a morte do sargento, que deixou esposa e dois filhos.

“Não terei mais o seu bom dia, nossas conversas divertidas e desabafos. Você foi amado pela sua família, e sempre será”, escreveu uma prima de Raphael em seu perfil no facebook. “Hoje acordei com a esperança de ser um pesadelo. Infelizmente, não é”, publicou uma amiga na manhã desta quinta-feira.

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou um cartaz para ajudar nas investigações da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI) a fim de obter informações que possam levar à identificação e prisão dos envolvidos no crime.

De acordo com a Polícia Militar, agentes do 7º BPM (São Gonçalo) foram acionados e encontraram Raphael no porta-malas de um carro do modelo Fiat Mobi, com mãos e pés amarrados e marcas de tiros, na Rua Expedicionário Clóvis da Cunha Paz e Castro. Após o isolamento, a área passou por perícia de agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói, e o corpo foi encaminhado para o IML durante a manhã desta quarta-feira (11).

Com a morte do de Raphael, que era 2º sargento da Marinha do Brasil, sobe para 19 o número de agentes de segurança mortos em ações violentas no Estado do Rio de Janeiro. 12 eram da Polícia Militar, dois da Polícia Civil, um da Polícia Penal/SEAP, um do Degase, dois da Marinha do Brasil e um Guarda Municipal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos