Arquibancada de desfile em Brasília faz coro contra Lula e Moraes, e exibe cartazes golpistas

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O público que acompanha o desfile de 7 de Setembro em Brasília fez coro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, um dos principais alvos dos discursos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Depois de gritar "Lula, ladrão, seu lugar é na prisão", manifestantes adaptaram a frase para "Lula, Xandão, seu lugar é na prisão".

Assim como em 2021, é possível ver faixas e cartazes contra o STF e a favor de um golpe militar. "Presidente Bolsonaro, acione as Forças Armadas para estabelecer há [sic] ordem", pede uma das faixas estendidas na arquibancada.

Outros cartazes dizem ainda: "Queremos eleições limpas e intervenção urgente no STF"; "Liberdade/Limpeza no STF/ Nós confiamos nas Forças Armadas"; "Destituição imediata dos ministros do STF"; "Supremo é o povo".

Uma das camisetas à venda na Esplanada dos Ministérios mostra uma caricatura do presidente apontando um fuzil para o ex-presidente Lula com a frase: "Cala a boca comunista ladrão!".