Arquiteta ensina a montar quarto de hóspede gastando pouco

·3 min de leitura

Seja nas férias ou nos demais períodos do ano, sempre há o desejo de acolher bem os convidados em casa. Para recebê-los com conforto e oferecer momentos de privacidade, um quarto de hóspedes é ideal e pode ser bem preparado com soluções simples e econômicas, como dar a opção de escolher entre um edredom ou um cobertor mais leve.

— O cômodo precisa ser versátil, agradável e capaz de atender as mais diversas necessidades que hóspedes diferentes possam demandar enquanto passam alguns dias na casa do anfitrião — pontua a arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome.

Segundo a especialista, o anfitrião deve proporcionar ao visitante uma boa noite de sono, como se ele estivesse em sua própria casa. Para isso, é importante definir a cama e o colchão ideal.

— Sempre dê preferência a um colchão com densidade mediana. Nem muito macio, nem muito firme. Assim, as pessoas não vão acordar com dor nas costas no dia seguinte. Sobre as dimensões, modelos queen size são excelentes para quem recebe os pais, tios ou casais de amigos como visitantes frequente. Agora, se o perfil de hóspedes for sobrinhos, enteados ou amigos sozinhos, um sofá-cama ou uma cama de solteiro são alternativas adequadas, resultando ainda em espaço livre no ambiente — explica.

Para a arquiteta, o ideal é pensar em camas de hotel como referência em conforto por serem acolhedoras e milimetricamente arrumadas.

— Opte por peças de tecidos naturais, como algodão e linho, que são macias e não abafam a transpiração. A gramatura do tecido interfere no bem-estar. Quanto mais fios, mais suave é o contato com a pele. Ofereça também um edredom macio, um cobertor e, se possível, travesseiros de diferentes alturas, densidades e tamanhos. Em muitos casos, as pessoas ficam constrangidas em pedir mais um travesseiro ou edredom para os donos da casa. Por isso, deixando os itens com fácil acesso, os hóspedes podem selecionar sozinhos o que desejam usar e, assim, desfrutarem de uma noite confortável — orienta.

Outro item que não pode faltar é a mesa de cabeceira, que ajuda a decorar o quarto e funciona como suporte para um copo com água, abajur, óculos, relógio e celular. Colocar o móvel próximo à tomada também é uma boa ideia, já que o período noturno é quando normalmente se carregam os aparelhos eletrônicos. Enquanto isso, cômodas com gavetas resolvem a disposição das roupas.

— Um quarto de hóspedes não precisa, necessariamente, contar com um guarda-roupas. Por isso, uma cômoda abre a possibilidade de o visitante organizar seu vestuário e deixar a mala guardada para utilizar novamente apenas no momento da partida — afirma Carina.

Cortinas também são indispensáveis nos dormitórios por garantirem o escurinho na hora de dormir e proporcionarem privacidade.

— Uma das possibilidades é investir em modelos blackout, que vedam completamente a luz de fora e permitem que os hóspedes durmam com mais comodidade. É possível ainda escolher modelos de algodão, que podem ser encontrados facilmente, não pesam no orçamento e funcionam bem para dar um efeito de casa arrumada — detalha.

Carina ainda sugere liberar o convidado da tarefa de carregar peso extra e oferecer toalhas dispostas sobre a cama ou no banheiro.

— Separe um conjunto para o corpo e rosto que seja macio e gostoso ao toque para cada um dos recepcionados. No que se refere às toalhas de praia, uma boa dica é aproveitar aquelas que, com o tempo, se perderam de seu conjunto ou as mais velhas, que já não estão mais adequadas para o pós-banho — complementa.

*O EXTRA e o Shoptime mantêm uma parceria comercial, que não interfere no conteúdo de nossas reportagens. Os preços mencionados podem sofrer variação, e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos