Arquiteta ensina a organizar a cozinha para facilitar a rotina

Um bom armário de cozinha interfere diretamente nas tarefas no cômodo. Para a arquiteta Karina Korn, o primeiro passo para planejar o móvel ideal é considerar a distribuição da bancada com a pia, até a inserção eletrodomésticos contemplados, marcenaria e outras peças que serão encaixadas no conjunto, sempre alinhados às características e dimensões do ambiente.

Segundo a especialista, existe uma altura padrão para que qualquer pessoa consiga usar o armário, mas que não especificamente pode ser a medida confortável para todas as famílias.

— Já vivenciei casos de famílias mais altas que pediram por armários compatíveis com o biotipo. O mesmo já ocorreu com grupos mais baixos. O que dita é a praticidade e a personalização — enfatiza.

Além de saber o que será guardado, a setorização na cozinha é outra aliada: facilitar o alcance do que é mais usado no dia a dia e, em áreas mais altas, como armários e prateleiras, deixar concentrados itens usados com menor frequência.

Saiba como preparar a casa para um ar-condicionado split

Para a arquiteta, armários com portas e divisórias são ideais para guardar aquilo que se deseja manter sempre limpo e longe do pó, como louças e outros elementos que não são utilizados regularmente. No que diz respeito à decoração, as cores precisam ornar com a proposta e o design do espaço.

— Não há problema em misturar materiais ou texturas. Basta não deixar o estilo e as preferências pessoais de lado — orienta.

*O EXTRA e o Shoptime mantêm uma parceria comercial, que não interfere no conteúdo de nossas reportagens. Os preços mencionados podem sofrer variação, e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos