Arquiteto Washington Fajardo deixa Secretaria de Planejamento Urbano da prefeitura do Rio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Em mensagem enviada agora a noite ao alto escalão da administração municipal do Rio, o prefeito Eduardo Paes informou que o secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, está deixando o governo. Na mensagem, Paes disse que, neste momento, ele e o secretário tem "visões distintas" sobre o que pensam da cidade. A saída do secretário foi revelada pelo blog do jornalista Ancelmo Gois.

Logo após a mensagem do prefeito, Fajardo respondeu no grupo agradecendo a oportunidade . Ao GLOBO, o arquiteto e urbanista disse que a saída foi de comum acordo, e que acredita no governo Paes:

— Tivemos uma conversa no fim do dia. Foi em comum acordo. Tenho gratidão e acredito no governo dele. Mas eu tenho uma posição como arquiteto e urbanista... Não quero fazer críticas.

A saída do secretário teria ocorrido por um conjunto de motivos. A gota d'água teria sido a apresentação de um projeto de lei que autoriza a legalização de puxadinhos, principalmente na Zona Sul, mediante o pagamento de taxas. Lei semelhante, proposta pelo ex-prefeito Marcelo Crivella, caiu na Justiça.

Segundo fontes, Fajardo, que tentava reorganizar a legislação urbana com a aprovação da revisão do Plano Diretor, não havia sido consultado. O projeto foi apresentado na mesma semana em que o arquiteto havia tirado alguns dias de férias. Outro motivo seria um projeto que muda gabaritos na Barra e em Jacarepaguá para viabilizar um projeto para construir um novo parque em Inhoaíba. O projeto foi para o Legislativo sem que fosse consultado. Fajardo não quis comentar as recentes polêmicas urbanísticas. O prefeito Eduardo Paes não respondeu ao contato do GLOBO.

No Legislativo municipal, há críticas também em relação ao Plano Diretor. Alguns vereadores avaliaram que ele seria excessivamente teórico. Fajardo foi responsável pela concepção do projeto Reviver Centro, em andamento, que ofereceu parâmetros urbanísticos mais flexíveis na região para tentar dar um perfil mais residencial ao Centro do Rio, esvaziado durante a pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos