Arraial do Cabo endurece medidas restritivas em novo decreto para conter avanço do Covid-19

O Globo
·2 minuto de leitura

RIO — A prefeitura de Arraial do Cabo publicou no Diário Oficial desta quinta-feira um novo decreto que endurece as medidas restritivas na cidade para tentar conter o avanço da Covid-19. Entre as medidas está a redução da capacidade máxima de 70% para 50% em hotéis, barcos de passeio, bares e restaurantes. Além disso, os bares e restaurantes, que até então podiam funcionar até meia-noite, mas com música ao vivo até as 23h agora têm uma hora a menos de funcionamento: podem ficar abertos até as 23h, mas com música ao vivo até 22h.

A emissão de QR Code, que permite o acesso à cidade, fica restrita aos estabelecimentos que atuem no ramo de turismo náutico, passeios de barcos e mergulhos, ao setor de hospedagem, hotéis, pousadas, casas de aluguel, e restaurantes. Entre 6h e 12h, fica proibida a emissão do QR Code para o mesmo dia.

As novas medidas foram tomadas após reunião do Comitê de Enfrentamento à covid-19, realizada virtualmente na última sexta-feira. O decreto atual, revoga o decreto de 8 de fevereiro, que proibiu o carnaval na cidade, incluindo blocos, desfiles e trios elétricos e caixa de som portátil.

Vacinação retomada

O calendário de vacinação foi retomado nesta quinta-feira em Arraial do Cabo. Ao todo, há seis locais de atendimento, além das unidades do Estratégia de Saúde da Família (ESF). A imunização é feita mediante agendamento e a apresentação de comprovante de residência é obrigatória.

Nos próximos dias, serão imunizados idosos entre 76 e 79 anos. Na quinta-feira (11) e sexta-feira (12), serão vacinados idosos de 78 e 79 anos. Na segunda-feira (15), será aplicada a segunda dose para idosos acima de 90 anos. Na terça-feira (16) e quarta-feira (17), serão vacinados idosos de 76 e 77 anos.

A vacinação é feita nos seguintes locais: Escola Municipal Adolpho Beranger, APAE da Prainha, Associação dos Aposentados, Monte Alto, Figueira, Sabiá, Estratégia de Saúde da Família (ESF).