Arrecadação federal cresce 35,47% em julho e é recorde para o mês

·1 minuto de leitura
Moedas de 1 real

BRASÍLIA (Reuters) - A arrecadação da Receita Federal cresceu 35,47% em julho em termos reais sobre o mesmo mês do ano passado, somando 171,27 bilhões de reais, valor recorde para o mês, informou a Receita Federal nesta quarta-feira.

No acumulado do ano, a arrecadação teve alta real de 26,11%, a 1,053 trilhão de reais, também o maior valor para o período da série do Fisco, que tem início em 1995.

A Receita destacou o crescimento real de 55,31% da arrecadação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas e da CSLL no mês, para 41,1 bilhões de reais. Já a arrecadação da Cofins e do PIS/Pasep subiu 33,2%, em desempenho que o governo atribuiu ao aumento das vendas de serviços e bens em junho e ao menor volume de compensações tributárias em julho.

O resultado do mês também foi beneficiado por um aumento real de 16,6% da receita previdenciária sobre julho de 2020, ano em que os prazos de pagamento foram prorrogados por causa da pandemia da Covid-19.

(Por Marcela Ayres e Isabel Versiani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos