Artista é imobilizado com 'gravata' por segurança em vagão do metrô na Zona Sul

Louise Queiroga
·1 minuto de leitura

Um artista que se apresentava em um vagão do metrô, que passava por bairros da Zona Sul do Rio, foi imobilizado por um segurança com o golpe de "gravata". A agressão foi filmada por um rapaz que já costumava ver o rapper no transporte e se assustou com aquela abordagem violenta.

— Eu estava no vagão ao lado quando ouvi "larga ele, solta ele.. ele só tá trabalhando", e quando fui ver era um artista de rua que eu já conhecia do metrô. Trabalho na Barra há três anos e todos os dias pego o metrô. Quando eu cheguei, ele já estava na "gravata" e roxo, sem ar — contou o autor das imagens, Pedro Aquino.

O vídeo começa quando o pescoço da vítima já estava envolto pelo braço do funcionário da concessionária. O rosto dele aparentava ter mudado de cor devido à pressão exercida na garganta. É possível escutar reclamações da ação contra o artista por diversos passageiros, que pedem para o homem ser solto e poder respirar livremente. Alguns deles são vistos também portando celulares para registrar o episódio. Em dado momento, o rapper diz que o golpe não estava mais tão forte e o autor do vídeo ressaltou a importância de gravar cenas como aquela para que não acontecesse algo pior.

No Twitter, o perfil do MetrôRio se manifestou sobre o caso, esclarecendo que o episódio "começou após um cliente que estava fazendo apresentação no trem se recusar a encerrar a atividade e a usar máscara".

"Ele foi orientado sobre a proibição de apresentações artísticas no interior dos trens e sobre a obrigatoriedade do uso da peça de proteção", diz a nota. "Informamos que o fato está sendo apurado internamente para as devidas providências. Não admitimos qualquer ação violenta por parte dos colaboradores".