Artista mais rico do Reino Unido vai queimar obras para mostrar que arte é negócio

Damien Hirst, o artista plástico mais rico do Reino Unido, vai queimar obras de sua autoria como parte de um projeto artístico que mostra que a arte é um negócio. Hirst, que segundo a imprensa britânica tem fortuna avaliada em 315 milhões de libras esterlinas (cerca de 2 bilhões de reais) vai destruir as peças em sua galeria londrina.

Da música à escultura: Em alta, NFT entra na mira de artistas e colecionadores brasileiros

Entenda: o que são NFTs, ativos digitais que atraíram a Hybe, casa dos grupos de K-pop BTS, TXT e Enhypen

Em 2016, Hirst criou 10 mil pinturas, todas com bolinhas coloridas mas cada uma com um título, com seu correspondente NFT e vendeu cada uma delas por 2 mil libras. Os compradores tinham a opção de ficar com o NFT ou negociá-lo por uma obras física. Hirst deu um deadline, e mais de 4 mil pessoas decidiram trocar seu NFT por uma obra física; 5.820 compradores preferiram manter o NFT.

A partir do dia 9 de setembro, as versões alternativas e os trabalhos físicos serão queimados. O projeto denominado The Currency (A Moeda) foi descrita por Hirst como uma "instalação global".

Nos dois últimos anos, de acordo com o jornal britânico The Guardian, o NFT explodiu no mercado de arte, com as casas de leilão conseguindo valores astronômicos com sua comercialização. Em março de 2021, a Christie’s vendeu Everydays: the First 5,000 Days", NFT do artista digital Beeple, por 69 milhões de libras (cerca de 440 milhões de reais).

Hirst desenvolveu o projeto The Currency com a HENI , uma empresa internacional de serviços de arte. As vendas iniciais chegaram a 18 milhões de dólares.

NFT: Sucesso nas artes digitais, tecnologia movimenta millhões e agora mira na moda

"Tenho cerca de 2 mil pessoas falando constantemente sobre o The Currency", disse Hirst ao jornal The New York Times. "É negócio o tempo todo, com altos e baixos; tem valor em um minuto e deixa de ter no próximo. É como estar em um culto, e eu sou o líder do culto."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos