Artista plástica recebe ataques após esculpir vagina de 33 metros escavada na terra

O Globo
·1 minuto de leitura
Reprodução/Instagram

"Em meio a tantas rochas no meio do caminho desse ano distópico, finalmente termino o ano com a obra 'Diva' pronta." A frase em tom de cebração inicia o post em que a artista plástica Juliana Notari apresenta ao mundo a sua mais nova criação: uma vulva de 33m de altura, por 16m de largura e 6m de profundidade, recoberta por concreto armado e resina.

Desde que postou a obra em suas redes, Juliana viu sua criação viralizar nas redes sociais, em muitos casos, com comentários negativos. Nas caixas de comentários de postagens antigas da artista no Facebook, não faltam comentários ofensivos e cheios de palavrões.