Além de Jota Quest: 5 artistas brasileiros que poderiam substituir Migos no Rock in Rio

Migos no evento Beats x Migos x Grammy em Milk Studios em janeiro de 2018 na cidade Nova York. (Foto: Shareif Ziyadat/Getty Images)
Migos no evento Beats x Migos x Grammy em Milk Studios em janeiro de 2018 na cidade Nova York. (Foto: Shareif Ziyadat/Getty Images)

O Migos, trio composto pelos rapper Offset, Quavo e Takeoff, cancelou o show que faria no Rock in Rio 2022 no dia 4 de setembro. A informação foi divulgada nas redes sociais nesta quinta-feira (25) pela própria organização do festival, que confirmou a banda Jota Quest como substituta.

A desistência do Migos não surpreendeu muitos fãs, já que na última semana, eles confirmaram a saída de Offset do projeto, que seguirá como dupla. No entanto, o público esperava que os substitutos do trio fossem artistas que também cantam hip hop e trap, diferente da banda pop brasileira. Confira 5 artistas da cena nacional que poderiam agitar o público do festival:

  • Matuê

Matheus Brasileiro Aguiar, conhecido no cenário musical como Matuê, é um dos grandes fenômenos do hip-hop brasileiro da atualidade. Ele já faz parte do line-up do Palco Sunset com o show “Matuê Skate Plaza”, mas poderia ser "promovido" para o Palco Mundo, o principal do festival, para cantar os sucessos "Anos Luz", "Quer Voar", "Teto" e "Máquina do Tempo".

  • Karol Conká

Um dos principais nomes do rap brasileiro, a cantora Karol Conká teve uma passagem turbulenta pelo “Big Brother Brasil 21” e dividiu opiniões com suas atitudes na casa mais vigiada do Brasil. O tempo passou e provou que o cancelamento não dura para sempre.

Ela acumula hits como "Tombei", "É o Poder", "Boa Noite", "Louca e Sagaz" e o mais recente, "Dilúvio", que marcou seu retorno à música após o reality show. O show no festival seria mais um passo grandioso na carreira da artista.

  • Sidoka

Nicolas Paolinelli, conhecido pelo nome artístico Sidoka, é um rapper e compositor brasileiro. Aos 24 anos, ele já venceu o prêmio MTV Millennial Awards na categoria "Trap na cena", em 2021. Ele é responsável pelas faixas "Louis V, Menina Linda", "Não Me Sinto Mal Mais", "30 Dias", "Mi'adama" e "Porshe".

  • Djonga

Djonga é um famoso rapper, escritor e compositor brasileiro. Com 28 anos, o músico é conhecido por suas letras fortes e repletas de críticas sociais. Ele já lançou cinco discos e é autor de "Leal", "Solto", "Junho de 94", “Nós”, “Ó Quem Chega” e "Olhos de Tigre".

  • Emicida

Emicida também está confirmado no line-up do Rock in Rio 2022 no dia 4 de setembro, no Palco Sunset, mas merecia destaque no Palco Mundo. O músico venceu o Grammy Latino por seu álbum “AmarElo”, na categoria "Melhor Álbum de Rock ou em Língua Portuguesa''.

O disco também ganhou a turnê “AmarElo”, que precisou ser adiada devido a pandemia, mas teve uma performance no Theatro Municipal de São Paulo gravada para a Netflix, assim como o documentário “É Tudo Pra Ontem”.